jun 08 2019

AGENTES DA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E GUARDA MUNICIPAL APREENDE MOTOSSERRAS EM ÁREA DE DESMATAMENTO ILEGAL EM TAPERA

Mais uma denúncia. Desta vez sobre desmatamento ilegal em uma área de preservação ambiental na localidade de Vila da Grama, conhecida também como Tapera. No local os agentes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e homens da Guarda Municipal encontraram árvores nativas derrubadas, e uma vasta quantidade de taboas já preparada para uso. Dois homens foram levados para delegacia e autuados em flagrante.  Ainda no local duas motosserras foram apreendidas. Vale lembrar que o uso deste tipo de equipamento sem licença se enquadra como crime ambiental.

De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, Murilo Portugal que coordenou a logística da operação, as ações articuladas com a Guarda Municipal são uma estratégia para a maior eficiência no combate aos crimes ambientais. Com o suporte dos agentes e apoio também da Polícia Florestal em casos extremos, conseguiu-se reduzir a incidência de crimes contra a fauna no município. “Percebo que apesar de nossa fiscalização ser intensa e a população colaborar com denuncias, algumas casos ainda são registrados. Peço que a população continue ajudando a gente nesse trabalho”, solicitou o secretário.

A região de Tapera tem florestas importantes para a biodiversidade. A secretaria municipal do Meio Ambiente, Guarda Municipal e Defesa Civil vem intensificando a fiscalização em toda a área de Trajano de Moraes com o objetivo inibir o cometimento de crimes, como também prestar segurança para que as demais equipes possam realizar o trabalho e também garantir que a madeira e equipamentos não sejam retirados da mata por infratores. “Alguns donos de terras, e ou áreas de proteção parecem não estarem mesmo preocupados com a questão ambiental.

Agora os analistas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente vão analisar a extensão do desmatamento, e os danos ambientais causados para depois lavrarem a multa ao proprietário da área. “Eles irão responder por crime ambiental de receber ou adquirir, para fins comerciais ou industriais, madeira, e outros produtos de origem vegetal, sem exigir licença do órgão ambiental. Os crimes são previstos da Lei de Crimes Ambientais. A Guarda Municipal pede que as denúncias sobre crimes ambientais sejam feitas”, solicitou o comandante GM, Adilson Vieira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Link permanente para este artigo: https://trajanodemoraes.rj.gov.br/agentes-da-secretaria-do-meio-ambiente-e-guarda-municipal-apreende-motosserras-em-area-de-desmatamento-ilegal-em-tapera/

Skip to content