DEFESA CIVIL E GUARDA MUNICIPAL DE TRAJANO SÃO IMPORTANTES ALIADOS DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÕES DE RISCO

A Defesa Civil e a Guarda Municipal de Trajano de Moraes informam a população algumas dicas para que as pessoas se protejam das conseqüências do impacto de chuva forte, como foi o caso da enxurrada que atingiu o município recentemente. Com o início do período de chuvas mais intensas, alguns cuidados são necessários, mesmo que os moradores não estejam em áreas consideradas de risco. Os agentes são sempre os primeiros a chegar aos locais atingidos.

Em Trajano os agentes têm tido um papel importante que é auxiliar à população em caso de ocorrências ou dúvidas. O trabalho de cada servidor tem sido evitar, e ou minimizar os efeitos de desastres naturais e outras situações de grande impacto, de modo que as ações preservem vidas e restabeleça em tempo hábil a ordem social.

No caso de tempestades com raios e vendavais, por exemplo, o chamado deslocamento rápido de massas de ar, oferece o risco de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios em áreas de risco. Da mesma forma, os vendavais ou tempestades costumam derrubar árvores e fiação elétrica, provocando a falta de fornecimento de energia e cortes em redes de telefonia, além de grandes danos à agricultura e o destelhamento de edificações.

“Quero parabenizar esses guerreiros pelo papel que vem desenvolvendo em nossa cidade. São funcionários que faça sol ou chuva sempre estão atentos e dispostos a atender qualquer tipo de chamado. Recentemente nossa cidade passou por o que podemos chamar de tromba d’água, danificando assim vários pontos em nosso município. E na ponta disso tudo estava a Defesa Civil e a Guarda Civil Municipal atendendo a todos os chamados. O poder público aplaude de pé esses guerreiros”, destacou o prefeito Rodrigo Viana.

Outra ação dos agentes é em casos de queda de granizo. A ação do tempo costuma causar prejuízos à lavoura, além da destruição de telhados, quebras de vidros, amassamento a latarias de veículos e danos a redes de eletricidade e telefonia. A orientação nesse caso, é que a pessoa procure se proteger em local seguro, ou seja, um abrigado, longe de placas, de árvores, de postes e fios de energia e de objetos que podem ser arremessados no caso da ocorrência de tempestades com ventos fortes.

Já no caso das enxurradas, alagamentos, inundações e deslizamentos de encostas, como foi o que aconteceu recentemente em Trajano de Moraes, a orientação é evitar atravessar as águas e não dirigir em estradas que estejam alagadas. Não transitar em pontilhões e pontes submersas e tomar cuidado ao se deslocar em locais muito próximos a rios, lagos e ribeirões.

“Como um dos focos de atuação da Defesa Civil, os desastres são eventos adversos que causam grandes impactos sociais, com classificação humana ou natural. Danos e prejuízos incalculáveis e de difícil restituição são tidos como desastres ambientais. No caso dos deslizamentos de terra, quedas de muro de contenção e de barreiras, o certo é ficar atento aos sinais de qualquer movimento de terra nas proximidades de residências ou piso cedendo, assim como à inclinação de postes ou árvores”, comentou o prefeito.

É recomendável neste caso, que a família saia de casa imediatamente diante desse quadro e acione a Defesa Civil ou a Guarda Municipal pelos telefones 199, ou (22) 2564-2314. “A base Trajanense da Defesa Civil está localizada na Praça Nilo Peçanha, no Centro da cidade. Com certeza lá você vai encontrar a orientação certa de como agir em dias como estes citados na matéria”, concluiu o prefeito Rodrigo Viana.

Link permanente para este artigo: https://trajanodemoraes.rj.gov.br/defesa-civil-e-guarda-municipal-de-trajano-sao-importantes-aliados-da-populacao-em-situacoes-de-risco/

Skip to content