maio 16 2018

POLICLÍNICA FAZ ATRAVÉS DA SAÚDE MUNICIPAL DE TRAJANO TESTES RÁPIDO DE HIV, SÍFILIS, HEPATITE B E C

A procura pelo teste rápido, exame oferecido gratuitamente pela prefeitura de Trajano de Moraes para diagnosticar pacientes com alguma doença, como por exemplo, sexualmente transmissível tem crescido significante na cidade. Prova disso foi mais um passo dado pela Secretaria Municipal de Saúde, a pedido do prefeito Rodrigo Viana – com o objetivo de atender em tempo hábil essa demanda.

E para isso, exames importantes foram colocados a disposição da população na Policíclica, como HIV, Sífilis, Hepatite B e C. De acordo com a Coordenadora de Epidemiologia e Imunização Mariana Ecard, alerta que quanto mais cedo o diagnóstico, melhor é o resultado do tratamento. “O teste rápido está disponível na Policlínica e pode detectar o vírus do HIV, sífilis, hepatite B e C. Aconselho que o exame seja feito o quanto antes”, disse Mariana.

Os testes rápidos são realizados a partir da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. Se o resultado for negativo, o diagnóstico é fechado. Em caso de resultado positivo, é feito outro teste para confirmação. “Assim, o resultado tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório. E se der positivo? Lembre-se que você não está sozinho. O SUS (Sistema Único de Saúde) oferece tratamento e acompanhamento gratuitos”, lembrou ela.

O teste de AIDS, por exemplo, não deve ser feito de forma indiscriminada e a todo o momento. O aconselhável é que quem tenha passado por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido, faça o exame. Após a infecção pelo HIV, o sistema imunológico demora cerca de um mês para produzir anticorpos em quantidade suficiente para serem detectados pelo teste. Por conta disso, é melhor fazer o exame após esse período.

No caso do HIV, ele pode ser transmitido por relações sexuais desprotegidas (sem o uso do preservativo), pelo compartilhamento de agulhas e seringas contaminadas, de mãe para filho durante a gestação, o parto e a amamentação e até por transfusão de sangue, destacou Mariana.

Já no caso de positivo para sífilis é requisitado novo exame para confirmação do resultado. “O acompanhamento desses pacientes ocorre no próprio local, sempre com acompanhamento de um profissional habilitado. Quando tratados precocemente, tanto os pacientes de AIDS quanto de sífilis têm excelentes resultados. Por outro lado, quando a doença já está em um quadro mais avançado, a qualidade de vida do paciente fica comprometida”, alertou Mariana.

A orientação vale também para dependentes químicos que usaram seringas compartilhadas. “Hoje não se trabalha mais com grupos de risco, mas sim com comportamento de risco. Temos que fazer a lição de casa e garantir à população o máximo suporte possível. Sabemos que o diagnóstico precoce garante um melhor resultado no tratamento”, explicou.

 

Link permanente para este artigo: http://trajanodemoraes.rj.gov.br/policlinica-faz-atraves-da-saude-municipal-de-trajano-testes-rapido-de-hiv-sifilis-hepatite-b-e-c/