«

»

mai 30 2017

Imprimir Post

Defesa Civil encontra solução criativa para reaproveitar galhos de poda

Resíduos da arborização viram pranchões para reparo de pontes em Trajano

Mais uma iniciativa positiva em Trajano de Moraes. Desta vez na Secretaria Municipal de Defesa Civil. Equipes estão reaproveitando a parte boa da madeira proveniente do corte e da poda de árvores apodrecidas na cidade e nos distritos. O destino, a confecção de pranchões para troca, acerto e reparo nas pontes do município.

Essa é mais uma ação inserida no Plano de Governo do prefeito Rodrigo Viana e do vice Jorge Diniz. De acordo com o secretário municipal de Defesa Civil Renato da Costa Estellet, os troncos que oferecem risco a vida humana são retirados dos locais pela equipe da Defesa Civil, e ganham um destino positivo. “Toda ação gera uma reação, e esta ação é positiva. Desde o início da gestão estamos fazendo esse trabalho”, explicou Renato.

Ainda de acordo com ele, outros pranchões confeccionados veem de doação. “Essa é uma forma de podermos trabalhar em sintonia com a população. Pensa em uma árvore podre oferecendo risco a vida humana. Agora imagina a parte boa desse tronco, ou galho, sendo aproveitado no conserto de uma ponte, num reparo”, observou.

A maioria das vezes, os troncos das árvores parecem fortes, mas por dentro podem estar ocos e em alguns casos até queimados. “A poda de galhos da copa pode causar uma grande ferida, por onde entram fungos e cupins. A podridão desce para o tronco e deixa a árvore oca. Com isso ela se torna perigosa e oferece risco. O que estamos fazendo é dar a ela um destino certo e proveitoso”, afirma o prefeito Rodrigo Viana.

Vale lembrar que toda poda de árvore ou retirada legal da mesma, precisa do aval de um profissional técnico, engenheiro ou agente da Defesa Civil. “Nossos funcionários são preparados e fazem o serviço com todo cuidado. É preciso dizer que os itens de segurança são essenciais em ações desta natureza. Os galhos podres podem causar riscos à população porque uma árvore com copa ampla pode não resistir a um vento forte durante uma tempestade e cair”, acrescenta.

Com isso, os resíduos vegetais, principalmente gerados pela poda de árvores e pela manutenção de jardins e terrenos, representam uma porção importante no município de Trajano de Moraes. “Esse problema antigo no município agora tem uma destinação correta. Em média, 40% do material recolhido é reutilizado”, concluí o prefeito.

 

Link permanente para este artigo: http://trajanodemoraes.rj.gov.br/defesa-civil-encontra-solucao-criativa-para-reaproveitar-galhos-de-poda/